Dicas para manter o equilíbrio


 


1. Respeite seus limites

Casa, trabalho, filhos, vida amorosa, cobrança de si mesmo, interferências externas – impossível dar conta de tudo, somos humanos. Pare de se cobrar tanto, respeite seus limites, perceba os sinais do seu corpo. Às vezes precisamos deixar alguma coisa para depois.

 

2. Respeite suas vontades

Muitas vezes mães, esposas dedicadas, fazem tudo pela família,

pelos filhos e acabam ficando de lado, esquecendo de si mesmas.

Respeite suas vontades, seus desejos.

Fazer algo pelos outros é muito bom, mas também é muito bom deixar os outros fazerem algo por você. Permita-se ser elogiada, cuidada. Permita-se querer coisas e torná-las realidade.

 

3. Organize-se

Com tantas responsabilidades, montar uma agenda para organizar estas funções é fundamental, porém não se esqueça de incluir horários para você. Estabelecendo prioridades, ficará mais fácil dar conta do recado.

 

4. Discipline-se

Depois de estabelecer uma rotina, cumpra à risca sua agenda. Não faça concessões, isto atrapalhará seu desempenho. Siga sua lista de prioridades, assim com as tarefas atendidas, você se sentirá muito melhor no final do dia.

 

5. Faça por você

Todos nós precisamos de recompensas para se sentir feliz – se presenteie com um sapato novo, um dia de folga, um passeio que você goste, tire um tempo livre para você... enfim, faça coisas que te deem prazer, pois esse é o antídoto para a depressão e a ansiedade.


6. Afaste-se da negatividade

Busque coisas positivas e fuja do que possa trazer sentimentos negativos. Não se obrigue a gostar de alguém ou de alguma situação que possa resultar em sentimentos ruins. Às vezes é melhor se afastar de um problema, para num outro momento e com equilíbrio emocional, conseguir resolvê-lo.

 

7. Controle a ansiedade

A ansiedade é um sentimento aprendido e pode ser modificado. Ela está relacionada ao nosso receio de vivências ruins no futuro. Então tentamos prever e controlar o futuro – coisa impossível de ser feita, e só conseguimos ficar ansiosos. Não temos controle de pensamentos e sentimentos, nem nossos, nem dos outros. O que conseguimos controlar são nossas ações. Então vamos viver um dia de cada vez e focar nossas energias no hoje!

 

8. Fique perto de quem te faz bem

Não deixe a rotina afastar você dos amigos e de quem é importante para você. São estas pessoas que irão te ajudar no momento que você precisar. O carinho dos amigos é fundamental para ajudar a superarmos as adversidades e para partilhar das nossas alegrias e sonhos. Cultive seus amigos para ter com quem contar e também para ajudá-los quando eles precisarem. Não fomos feitos para vivermos sozinhos. Não se isole.

 


9. Faça exercícios físicos

Nosso corpo é uma máquina e precisa de cuidados para o bom funcionamento. Por isso fazer exercício físico é essencial. Descubra que tipo de exercício te agrada. Os exercícios relaxam a musculatura, ajudam na eliminação das toxinas que liberamos quando estamos estressados. Eles também promovem a socialização e liberam substâncias químicas que dão a sensação de prazer. Para um dia difícil, os exercícios são um remédio incrível.

 

 

10. Peça ajuda sempre que precisar

Por último, não deixe de pedir ajuda quando precisar. Deixe as pessoas fazerem algo por você. Deixe a família ajudar, converse, desabafe os problemas, divida suas angústias e medos. Receber o apoio de quem nos ama, dá sensação de conforto, aconchego. E se for necessário, procure ajuda de um profissional.



Fonte: 10 dicas para manter seu equilíbrio emocional e físico - Instituto Espaço de vida (espacodevida.org.br)

 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CUIDADOS PARA A PELE MADURA

Atraia desejos para o novo ano na árvore de Natal

Dimalato de Magnésio e Magnésio PA